segunda-feira, 11 de abril de 2011

Como ganhar muito dinheiro administrando praças de pedágios

ganhar dinheiro, pedágios, concessãoNeste post vou dar mais uma dica importante sobre oportunidades de negócios. Um dos ramos que vêm em franca ascendência em termos de lucratividade é o dos pedágios em rodovias. Há, inclusive, um jargão no meio empresarial frequentemente utilizado que diz: "ganhar dinheiro como num pedágio", referindo-se à facilidade que o setor possui de ter rentabilidade aliada à baixo custo.

Àqueles que se interessarem pelo ramo, deixarei breves considerações sobre o assunto: Depois de vencer a licitação, ou antes como preferir, vem a parte mais importante do investimento, a negociação com o governo local. É nesse momento em que, dependendo do governo, você pode ter garantido as maiores conquistas tais como prazo de duração da concessão, formas e períodos para correção das tarifas, investimentos a serem realizados, etc. Opte por um indice de correção alto, nada de INPC ou ICV, índices que geralmente são utilizados para correção de salários.

Quanto à periodicidade da correção das tarifas, aconselhamos que sejam trimestrais. Também é importante saber qual a tendência política do governante, porque há aqueles que defendem com tal veemência que as rodovias devam ser pedagiadas que praticamente você não precisa se esforçar para chegar a um bom acordo.

Mas sempre é bom ficar atento e realizar um estudo prévio do trecho rodoviário negociado. Por exemplo: convém não incluir cláusula que trate de duplicação da rodovia, essa tarefa deve continuar sendo de responsabilidade do governo. Estrategicamente é aconselhável que o acordo permita que você inicie a cobrança imediatamente, para isso basta instalar as praças de pedágios, com capacidade visual para várias cabines de cobrança, contrate a metade de trabalhadores necessários e você, ainda, pode tirar um lucro vendendo bebidas não alcoólicas e salgadinhos para os que tiverem nas filas que se formarão.

É importante, também, manter uma equipe de reparos sempre visivel, bem como placas de sinalização e pinturas das faixas. Isso tudo, além de baixo custo, dá uma ótima impressão sobre o trabalho. Após estas recomendações você só precisa passar a acompanhar a evolução de seu extrato bancário.

2 comentários:

  1. Gostei muito do conteudo. Mas como faco pra entrar na licitação, tem que ser empresa ou pessoa fisica. E a empresa deve ter passivos em caixa. rodrigoalexandrealves@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. Respondendo ao Sr. Rodrigo.
    Na história contemporânea deste país, ainda, eu disse ainda, não se sabe de nenhum caso onde uma pessoa física conseguiu se dar bem neste negócio, a não ser que ela (pessoa física) faça parte de uma pessoa jurídica. Quanto à licitação é necessário sempre acompanhar os editais e Diários Oficiais, isso no caso do interessado não dispor de equipe específica para esse fim. No que se refere a ter ou não passivos, sinceramente suas chances aumentam significativamente se houver algum em caixa, já que por exemplo, muitas negociações preliminares ocorrem em almoços e jantares.

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião ou sugestão.