sábado, 13 de junho de 2009

Atos Secretos - o que Garibaldi Alves Filho não queria revelar

A recente divulgação de "atos secretos" no senado não deixou as pessoas mais perplexas do que já estavam em relação aos nobres congressistas. Os senadores vão colocar a culpa em alguns subordinados e estes por sua vez dirão que os senadores sabiam de tudo. É aberta uma investigação mas no final tudo fica como sempre esteve. Menos uma coisa: descobrimos que o senador Garibaldi tinha algo mais além da semelhança com Austin Powers, algo que ele, em sua juventude, fez de tudo para esconder e que agora veio à tona graças a um trabalho intenso de investigação. Garibaldi antes de se tornar político, teria tentado se tornar um ninja, mas não conseguiu.

Veja o Vídeo:







Os atos de nomeações e de medidas administrativas (que beneficiaram muitas pessoas) constam em boletins administrativos de pessoal e são considerados secretos porque seus autores não os divulgaram na intranet do Senado. Uma comissão interna examina os atos de 1995 até março deste ano.

Entre outras benesses, segundo divulgado, o senado teria tornado permanentes adicionais salariais para um grupo seleto de servidores e reajustado o valor do auxílio-alimentação de forma retroativa por meio de atos secretos.

Segundo o jornal "O Estado de S. Paulo" atos não publicados pelo Senado foram utilizados em maio de 2003 para nomear uma sobrinha de José Sarney. Ela foi contratada para exercer o cargo de confiança de assistente parlamentar, com salário de R$ 4,6 mil, originalmente na presidência do Senado.

O mesmo jornal afirma que teve acesso a uma decisão assinada pelo ex-presidente do Senado Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN) há mais de um ano que transforma em permanentes cinco comissões especiais criadas, teoricamente, para realizar "serviços extraordinários".
___
Trocando em miúdos: você está no meio de várias pessoas que deveriam zelar pelo bem público e pelo bem estar da população, mas existe entre elas uma disputa de poder, uma disputa de vaidades... alguém faz algo errado. Você faz vistas grossas para negociar mais adiante. Quando surge um atrito que não pode ser remediado surgem denúncias até que um novo acordo seja feito, ou não. A denúncia pode ter fundamento ou apenas ser um sofisma criado para complicar a vida de alguém e mostrar que você tem condições de fazer um estrago grande caso não lhe deem ouvidos. Isso é só uma teoria sobre o comportamento humano em certas condições jogo político brasileiro.

Tire suas próprias conclusões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião ou sugestão.