quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Protetores de Links: como burlar

Não queremos entrar na polêmica discussão sobre direitos autorais, nem se o termo correto a ser usado é piratear ou compartilhar. Fizemos esse post porque alguns "compartilhadores" ultimamente cresceram o olho numa atitude oriunda da ganancia desmedida.

Para lucrar, eles começaram a usar os protetores de link, sem dar nenhuma outra alternativa ao usuário. Essa nova visão acabou por obrigar o incauto internauta a passar dados pessoais como por exemplo, cadastrar o celular, ou cair fora. Ai é sacanagem. Então vamos dar a dica de como burlar isso.

download, protetor links, burlar

A primeira forma é mais simples... o endereço do destino está no final daquele link protegido, basta copiá-lo noutra janela do navegador e voilá.

Se o link estiver incompreensível vc precisará usar o Mozilla Firefox, instalar a extensão Greasemonkey e o script (SR)SkippRedirect. Depois de instalados, quando surgir um desses famigerados links protegidos... a extensão o levará direto para a página de download.

Ou não instale nada e tente esse link que faz a conversão direto no navegador.
___
Não esqueça... baixar conteúdo ilegal é crime. Lembre-se de Jammie Thomas-Rasset, uma mãe solteira com quatro filhos, moradora de Minnesota, a qual foi declarada culpada por violação de propriedade intelectual através da utilização do programa Kazaa e condenada neste ano a pagar às gravadoras Capitol Records, Sony BMG Music, Arista Records, Interscope Records, Warner Bros. Records e UMG Recordings, a quantia de 1,5 milhão de dólares por ter baixado ilegalmente 24 músicas na Internet.

O que seria de nós sem uma justiça tão eficaz e justa como essa?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião ou sugestão.