SUS: Hospitais de Porto Alegre cobram por uso de ventilador

O SUS é um troço complicado para um pacato cidadão, pagador de impostos entender. Enquanto alguns afirmam que esse sistema não passa de algo utópico e que o bom mesmo é a privatição dos serviços de saúde, já outros o defendem viementemente. Nesse intermeio há repasses monetários que não foram feitos, verbas recebidas porém mal administradas, convênios e mutretas das mais variadas formas possiveis e inimagináveis, inclusive na área médica. Falei em área médica não por acaso. Mas pela sensação de que muitos pupilos, agora formados e com titulo de DR. e sentindo-se senhores de si, enquanto estudantes de medicina ficaram desatentos à amplitude da função que escolheram, supostamente tenham confundido o juramento de Hipocrates, com o juramento de Hipocritas.
Hospitais Vila Nova, Parque Belém, porto alegre, sus, hipocrates, hipocritas
imagem meramente ilustrativa
A mais recente mutreta ou falcatrua (como preferir) diz respeito à atitude de alguns hospitais de Porto Alegre, onde em pleno verão com sol escaldante de 40º, os pacientes que optaram pelo SUS, em vez de um plano de saúde privado (já que não tem condições financeiras de pagá-lo) viram-se diante de uma inovação mercadológica típica, após horas de suor em seus leitos super aquecidos.

Segundo consta, o SUS não cobre a colocação de ventiladores no quarto, sendo assim, boas almas cristãs de alguns hospitais de Poa, empenhadas em conjugar o objetivo da existência daquele prédio com a questão economica vigente, tiveram a brilhante idéia de permitir a quem pudesse trazer um ventilador de casa instalá-lo mediante uma módica quantia mensal, a qual variava de acordo com o diametro do aparelho em questão. Bom.. quanto a quem não tem ventilador... dai complica. (sic)

diametro do aparelho                  custo mensal (a título de doação expontanea)
15 cm                                         R$  5,00
20 cm                                         R$ 20,00
30 cm                                         R$ 30,00
+ 30 cm                                      R$ 50,00
de teto                                       R$ 800,00
___
Depois da denuncia sair em todos os canais de TV, a secretaria municipal da Saúde de Porto Alegre coçou a cabeça, refletiu politicamente... e determinou a suspensão da taxa pelo uso de aparelhos eletrônicos que era cobrada de pacientes do SUS nos Hospitais Vila Nova e Parque Belém, na Zona Sul da Capital. 

A administração do Hospital Vila Nova declarou que a orientação mafiosa dada aos funcionários era de que a taxa não seria obrigatória. Já a direção do Hospital Parque Belém alegou desconhecer a prática, afinal eles estavam nas Bahamas. Ambas as instituições suspenderam a cobrança.

Típico

Comentários

  1. Acho que não estão errados em cobrar, pois a diária de R$ 8,00 paga pelo SUS não cobre o custo da internação. Para o cigarro ninguém se importa em gastar. Muitos usuários do SUS tem até ar-condicionado em casa. As Companhias de energia cobram 25% de icms dos hospitais. Quem vai pagar está conta? Afinal os hospitais recebem recursos escassos apenas para o tratamento.

    ResponderExcluir
  2. Ponderando o comentário do anônimo dá até para dar razão mesmo aos hospitais. Por outro lado eu fico pensando em quem realmente não tem condições. É certo que tem usuário do SUS que tem ar condicionado em casa, mas também é verdade que tem muita gente que mal tem comida em casa. E coisas publicas ou abre para todos ou não abre para ninguém. Daí é que vai da consciência de cada um. E no Brasil, de jeito nenhum alguém vai pagar pelo que pode ter de graça.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe sua opinião ou sugestão.

Postagens mais visitadas deste blog

As jornalistas mais belas do século passado

Wing Chun kung fu - tenha aulas online e de graça

Shakira: fotos sensuais da cantora colombiana