quarta-feira, 27 de julho de 2011

Quando chega a hora de pagar: o Pato

Num estado onde o dinheiro vale mais que praticamente tudo, tudo inevitavelmente acabará tendo uma conotação econômica mais cedo ou mais tarde. Isso não é uma regra fixa, mas comum, bem mais do que nossa suposição possa pressupor, ao menos na maioria dos casos. Afinal sempre haverão pessoas dispostas a ser exceção.

alexandre pato sthefany brito, casamento
ah... o amor....

Mas vou me ater no caminho do óbvio e do comum que beira a extravagancia e nesse sentido começo a crer que até o fim de um amor, por exemplo, acabará em disputas econômicas, pelos mais variados motivos os quais, provavelmente, fariam bingo nos sete pecados capitais: gula, avareza, luxúria, ira, inveja, preguiça e vaidade.

Relembro que estou a tratar de quem prefere seguir o caminho mais óbvio e comum e não o caminho das exceções. Também convém ressaltar que a idéia dessa escrita foi baseada em uma situação peculiar, uma noticia de jornal. Logo, sem detalhes aprofundados. Mas o contexto geral por si só basta como exemplo. Imagine a situação:

Um jovem casal, ele jogador de futebol, ela atriz, se apaixona e se casa. Ambos trabalham. O marido tem que mudar de país. Cria-se um impasse entre os dois! Então o marido propõe à esposa que ela pare de trabalhar e vá com ele, em troca, mensalmente, ele depositará R$ 50 mil em sua conta bancária. Ela topa. Ele deposita o valor acordado por nove meses. Então se separam. Depois disso ele refaz as contas e propõe um novo valor: uma pensão de R$ 5 mil.

A jovem mulher descasada e sem filhos, ingressa na justiça. Ela quer os R$ 50 mil de pensão. Consegue, mas logo a decisão é suspensa o até julgamento do mérito. Os advogados da atriz querem o ex na cadeia por falta de pagamento.

Essa é a disputa econômica resultante do 'amor' entre o jogador Alexandre Pato e Sthefany Brito.
Fonte: f5

Alexandre Pato e Sthefany Brito casaram-se no dia 7 de julho de 2009 em uma cerimônia religiosa no Rio, seguida de festa no Copacabana Palace, na zona sul carioca. Nove meses depois, no dia 24 de abril de 2010, o casal anunciou a separação.Pato, que joga no Milan, namora atualmente Barbara Berlusconi, filha do primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião ou sugestão.