Atos dos Opostos

Gangue da marcha ré - aprendendo com o crime

A passagem de ano para 2009 foi marcada pela violência no oriente médio. Israelenses x palestinos. Mas não falarei daquele conflito, até porque não precisamos ir ao oriente médio para tratar do tema violência, afinal, o Brasil está cheio disso. Peguemos um exemplo local, uma quadrilha que badalou nos noticiários policiais em 2008, a gangue da marcha ré. Um grupo de criminosos que roubava continua roubando carros e os utilizando para arrombar lojas e efetuar saques.

gangue, marcha ré, crime, roubo, ladrão
Foto exclusiva das primeiras tentativas de roubo a caminhões.
O que pouca gente sabe é que as táticas deste grupo vem evoluindo ao longo dos últimos meses. Utilizando o método de tentativa e erro, a quadrilha vem buscando um lugar de destaque na criminalidade. Segundo consta, eles começaram suas atividades no setor de roubo de caminhões de carga. Ao que tudo indica, após várias tentativas frustradas, as mentes engenhosas destes bandidos, compreenderam a ineficiência do método e mudaram o alvo para lojas bem como a parte do carro a ser usada.

testemunha, informante, dedão, dedo duroAs informações supra foram divulgadas pelas pessoas acima, as quais preferiram não se identificar e usaram aquela vozinha típica.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

As jornalistas mais belas do século passado

Wing Chun kung fu - tenha aulas online e de graça

Shakira: fotos sensuais da cantora colombiana