sexta-feira, 19 de junho de 2009

Saia do desemprego. Recuse subempregos e encontre seu emprego ideal

emprego ideal, mulheres, modelos, massagista, biquini
O desemprego é um dos problemas mais críticos enfrentados por grande parte da população na atual economia de mercado. Alguns analistas afirmam que a causas da falta de trabalho só podem ser duas: estrutural ou conjuntural.

No desemprego estrutural há uma insuficiência da procura de bens e de serviços bem como uma insuficiência de investimento em determinados setores de forma a possibilitar um acréscimo nas margens de empregabilidade. Esse tipo de desemprego é mais comum em países desenvolvidos devido à grande mecanização das indústrias a qual inevitavelmente acaba por reduzir os postos de trabalho.

Já o desemprego conjuntural resulta da variações cíclicas da vida econômica, ou seja, das épocas de expansão ou "boom" e das épocas de recessão da economia, cada qual podendo ter duração aproximada de 3 anos, segundo análise histórica. Neste tipo de desemprego a demissão é motivada, em grande parte da vezes, por crises econômicas passageiras. Nesta modalidade o desemprego passa a ser temporário já que tão logo a crise seja superada, a oferta de empregos tende a crescer novamente.

O subemprego é caracterizado como sendo aquele onde por falta de formação técnica ou falta de recursos financeiros, a pessoa não consegue se colocar no mercado de trabalho formal e acaba caindo na economia informal onde as condições de trabalho são muito inferiores se comparadas com a dos empregados. Os trabalhadores na situação de subemprego (catador de lixo por exemplo) não possuem direitos trabalhistas e não contam com o apoio Previdência Social.

Por fim, o emprego ideal causa controvérsias e ainda não há uma definição clara sobre qual seria, ou seriam os empregos ideais. Há inclusive quem diga que o emprego ideal não existe.


Um comentário:

  1. e tem gente que ainda reclama. esse emprego me serve!

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião ou sugestão.